quinta-feira, 2 de abril de 2015

AohaRaido #APrimaveraChegou

E não deu para participar do #MesDoShoujo



O que dizer desse mangá que não conheço mas já considero pacas?

Como anunciado em dezembro de 2014, AohaRaido (Ao Haru Ride) é a aposta da Panini no quesito "shoujo". Apostando alto, a Panini trouxe o mangá, que apontado como sucesso de Kimi Ni Todoke por lá, tem tudo para ser por aqui também.


AohaRaido - A Primavera de Nossas Vidas #01

"Durante o ginasial, Futaba Yoshioka costumava ser tímida e odiava ficar perto de garotos. No entanto, com Kou Tanaka era diferente, mas antes que pudessem começar um relacionamento, ele sumiu sem dar notícias. Agora, no colegial, Futaba tem novos planos para a vida escolar, que vão bem até Kou reaparecer!"

Ok, AohaRaido foi o grande boom da Panini em 2015 e talvez demore um pouco até que tenha outra anúncio desse porte. Ou não, a editora anunciou recentemente PLANETES (do mesmo autor de Vinland Saga). O marketing feito para AohaRaido foi tão grande que fez todos os fãs do gênero ficarem em grande euforia até seu lançamento em bancas. Claro, a Panini contou com a ajuda dos pré-leitores para isso: quem comprasse o mangá deveria tirar uma foto do mangá e postar nas redes sociais utilizando a hashitag #APrimeiraChegou, indiferente da estação do ano em que estamos. A redação disse que quer fazer uma montagem beem legal com todas as fotinhos de AohaRaido (espero aparecer nela também).

A Panini bem que tentou, mas não conseguiu que o mangá fosse lançado no dia 16 de março (o que deu certa dor de cabeça aos jornaleiros que tinham que falar mais de trocentas vezes por dia "não, ainda não chegou). Como todas as editoras dependem diretamente de uma distribuidora para que seus mangás alcancem a grande massa, isto é, responsável por trazer nossos mangás até a banca mais próxima, o prazo estipulado pela própria distribuidora (e repassado pela Panini aos seus leitores) não foi cumprido. O que era para ter chego nas bancas dia 16 de março, teve seu lançamento em 21 de março (Comix Book Shop em São Paulo) e chegando finalmente em nossas mãos no dia 27 de março. Ufa!


AohaRaido é aquele tipo de história que você se apaixona a primeira vista, já desejando comprá-lo somente pelas imagens (diga-se de passagem da capa), e sequer conhecendo a história. E como um mimo da Panini, um marcador de página exclusivo para quem adquirir a primeira edição, que aliás, está com um belo acabamento (mas nada que chegue aos pés de um Berserk).

Okay, se o mangá se chama originalmente Ao Haru Ride por que diabos AohaRaido? Eu também tive a mesma dúvida e descobri que AohaRaido (é difícil pronunciar em um primeiro momento, mas logo, logo se acostuma) na verdade é um apelido, e como sabemos que os japoneses adoram apelidos, Ao Haru Ride falado rápido vira AohaRaido. Claro, o nome tem lá seu significado e ele é explicado logo no início do mangá (pág 39): Ao + Haru recebe o significado de verde + primavera, (embora Ao seja também "azul", o nome serve para designar frutas maduras) é a leitura semântica dos ideogramas com os quais se escreve a palavra "seishun" (juventude), e Ride significa "correr" em inglês. A autora escolheu essas palavras ao imaginar as personagens caminhando pela estrada de suas vidas, correndo com a juventude. Bem cara de mangá shoujo não?

Enfim, a história não é ao menos, a primeira vista um shoujo clichê - com seus triângulos amorosos e a protagonista apaixonada pelo gatinho da escola -, mas contém algo que o transforma em um shoujo diferente. Talvez essa seja a explicação do sucesso insano que a série vem fazendo, ao menos no Japão, afinal, 5 milhões de cópias é um número bastante grande (pense na quantidade de zeros).

Como primeira impressão, traz uma abordagem bastante real sobre cair, levantar e seguir em frente, embora toda queda tenha lá seu preço e também sobre as máscaras que colocamos para ser aceita no grupo x, ao invés de ser a única membro do grupo y. Futada entende bem isso logo nesse primeiro volume, onde perde suas duas "amigas de fachadas" como Kou faz o favor de lembrar a nossa protagonista. É complicado falar de uma história que está ainda engatinhando e que possui seus mistérios (por que Kou foi embora?), contudo, Io Sakisaka soube exatamente onde colocar um gancho (ou seriam vários?) afim de nos puxar para dentro da história e com perguntas que espero ser respondidas logo: Como será a nova vida de Futada sem suas amigas de fachadas? Por que Kou Tanaka mudou de nome? Por que ele foi embora e deu um bolo em Futaba? E haverá os clichês? Futaba só precisa dar o primeiro passa pra começar uma vida nova.


AohaRaido, diferente de Kimi ni Todoke foi concluído em fevereiro deste ano com um total de 13 edições (Kimi ni Todoke está com seus 24 volumes e ainda em publicação). O grande problema talvez, é que com a periodicidade bimestral da Panini, serão longos 26 meses (pelos meus cálculos, que podem estar errados) e que, se a história não desanimar - e nem os imprevistos financeiros - com certeza a compra da coleção é garantida. Sem contar que a Panini não errar igual a Salvat, a coleção deve ficar nas nossas estantes como na imagem acima.

#APrimeiraveraChegou para você também?

Escrito por alguém que chegou à Primeira mas sonha com um Outono frio.

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Essa de curtir pacas me lembra muito o orkut hahaha.
    Sempre dou risada com isso.
    A primavera chegou aqui pra mim também, mas não participei do mês do shoujo #chora

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  2. Aoharaido.
    Depois de tanto #mimimi, decidi comprar, afinal, um blog que visitei me fez lembrar que é bimestral, logo, vai doer mês sim, mês não no bolso.
    Gostei muito do trabalho anterior da autora, Strobe Edge, e ele era cheio de clichês, mas focado no desenvolvimento dos personagens, etc., então creio que também vou gostar desse mangá, mesmo não tendo gostado muito do anime (a trilha sonora me irritou :|).
    Se não acontecer nenhum imprevisto, podemos nos preparar pra colecionar esse mangá durante 1 ano e 2 meses (zentchy...). E concordo com você, a capa tá muito linda... Quando ainda estava no "compro/não compro", ficava pensando em decidir quando pegasse o mangá e visse a capa linda de perto (em 2017, se as coisas continuarem como estão por aqui, mas já tô me acostumando de novo).
    Mal posso esperar pra ter uma aquarela na estante (e uma estante tbm!) idjhdgkjskd
    Abraços~

    Nankin Dust

    ResponderExcluir
  3. Ainda estou em dúvidas se comprarei Aoharaido para minha coleção. Mas concordo quando diz, que vai demorar para a Panini trazer um título tão impactante na indústria brasileira de mangás shoujo, como foi Aoharaido.

    ResponderExcluir
  4. Eu nem sabia, fiquei sabendo agora! Nossa, preciso ir a livraria URGENTE! E ver com meus próprios olhos o que tem de novidade! Preciso, fiquei louca para conhecer essa história!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia, mas só de ler o primeiro já amei! *-* Estou ansiosa por mais e ... ESSA LOMBADAAAAA!! <3

    ResponderExcluir
  6. Onde posso comprar os mangás de 10 a 13?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles ainda não foram lançados. A publicação por aqui acontece bimestralmente. Até março de 2017 o mangá estará sendo publicado. Fique de olho nas bancas. O.<

      Excluir

Opinem, comentem, compartilhem, façam como o filme "A Corrente do Bem" e passe adiante!


E Por favor! Sem palavras de baixo escalão, ou que possa denegrir qualquer pessoa. Lembre-se, quem escreveu o post é uma pessoa igual a você (nem melhor e nem pior). Comentários deste tipo serão deletados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...