terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Desculpe o transtorno, mas preciso falar sobre ser blogueira



Não, não é resenha ou promoção do filme. O título que caiu bem para a ocasião


Eu não comecei o Naty in Wonderland por dinheiro. Foi mais por curiosidade, influência mesmo (sabe a revista Neo Tokyo? Então, a Valéria Fernades escrevia por lá e ela tem um blog também, o Shoujo Café, então...). Foi naquela época que havia blogs bons, sem a concorrência de conseguir parcerias, de lucro. Do tempo em que (acredito eu) as pessoas postavam pelo simples prazer de postar - não que isso não exista hoje. Alguns se foram. Outros estão indo (estou nessa também?). Até o grupo ROTAROOTS, que criava temas de tags e postagem coletiva se foi. E a minha motivação está indo também. São os problemas familiares que atrapalham, ser despedida de repente daquele emprego que por mais rotineiro que possa ser acabou se tornando parte da minha vida (de segunda á sábado por quase quatro anos, da comodidade de poder ver as revistas quando chegam, de ver se vale a pena comprar e ler aquele quadrinho estranho, da inspiração que vinha no meio de um encalhe), da preguiça, da falta da vontade de ler, da tendinite que atrapalha bastante na hora de escrever um post novo (seja rascunhando num caderno ou no texto final), dos problemas familiares que estão foda (eu sei que já citei isso, mas estou tão de saco cheio que pode ser que ele apareça por aqui outras vezes), de ler algo com aquela pressão de ter que escrever sobre ele (mesmo que não haja nada pra falar), de fazer parte de uma sociedade onde quantidade vale mais do que qualidade, enfim, de tudo.

Eu poderia continuar aqui citando os motivos pelos quais eu deixei o blog abandonado por tanto tempo (dois meses inteiros mais um pouquinho), mas a questão é bem mais funda. O sentido vai se perdendo e as crises vão aparecendo. Queria deixar o blog de férias, e voltar, cheia de assunto, cheia de textos, mas o que adianta eu fazer uma promessa que talvez eu mesma não consiga cumprir? Parei um desafio literário, o I Dare You 2.0 quase no fim, isso porque eu simplesmente me desmotivei - chegou uma hora que eu queria ler um livro e não podia porque ele não se encaixava na p... do desafio. Como? Com os problemas que a vida lhe dá, os problemas que os outros criam e que te afetam diretamente, os problemas dos outros que nos fazem sofrer por eles. É, tá foda!

Infelizmente, eu tenho contas à prestar a Generale, editora que gentilmente me convidou para ser um blog parceiro (isso se se eu não estragar tudo). Eu já tenho uma resenha escrita (basta transcrever pra cá), mas devido à carga de problemas, nem ler eu ando com vontade. Só para vocês terem ideia, em janeiro eu terminei de ler dois livros que comecei a ler em 2016: Tarkin, que comecei em dezembro; O Livro Secreto de Dante: O Mistério da Divina Comédia eu comecei em novembro (justamente na época que eu fiquei de aviso prévio estava na metade do livro), por consequência acabei abandonando sua leitura para ser retomada somente agora, em janeiro. É, a coisa tá feia.

E para ajudar, minha criatividade se foi. As ideias dos últimos posts vieram quando eu estava trabalhando. Estando há quase dois meses em casa, eu simplesmente não tive nenhum momento eureka, que me fizesse ter vontade de rascunhar algo (e a tendinite não ajuda em nada). Contudo, eu venho fazendo mini-posts na fanpage do blog no facebook, então sintam-se a vontade de curtir a página e acompanhar as novidades por lá.


Não pretendo fechar o blog (ainda). Deletar o Naty in Wonderland, nunca. Agora, postar constantemente vai ser mais difícil, e não vou prometer nada que eu não consiga cumprir, mas irei fazer o possível para atualizar esse cafofo de vez em quando - e o pc estar num quarto junto com o meu irmão não ajuda em nada.

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Naty meu 2016 foi trevoso, perdi um irmão querido - ele tinha 29 anos -, me envolvi profundamente no projeto blog literário até o ponto de descobri que essa vida não é para mim e ter que deixar, mas não sem perder algo muito importante para mim no processo, também perdi um emprego que por mais problemático que seja cortou minha renda pela metade... enfim... a vida não anda fácil de ser vivida e em 2016 eu escrevi apenas 12 textos no m eu blog pessoal... Não é fácil viver e blogar faz parte da vida... Eu acompanho você nas redes sociais, face e instagram, sempre que vejo curto e comento... e gosto daqui, gosto da sua verdade impressa em palavras e espero que seu blog sobreviva a essa tormenta...

    Beijos, Boa Sorte e força para superar tudo isso!

    ResponderExcluir
  2. Acontece, Naty. Eu também abandonei o blog final do ano passado por motivos de saúde.
    Tem blog meu abandonado (Iki Ningyou xD), mas enfim. Só espero que você seja feliz com suas escolhas :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Força, Naty!
    A era de ouro dos blogs já passou, mas eu sempre admirei muito o seu e não gostaria que se encerrasse...
    Mesmo assim, priorize a sua vida, pois ela é feita para sorrirmos! Seria muito ruim ver alguém postando por obrigação.
    Tudo de bom pra ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não pretendo fechar ele ainda. Excluir, nunca. E eu não esqueci da "responsabilidade" que assumi com você. Seu livro está na pilha de próximas leituras.
      Acho que o principal motivo é não ter privacidade enquanto crio algo novo no PC, sei lá. Vamos ver como a vida vai se acertar.

      Excluir
  4. Voc~e voltou!!!!!!!11111!!!!
    Espero que todas as desmotivações do dia a dia tenham amenizado ou que você tenha focado em atrair energias positivas para afastar as coisas ruins!!!
    Eu também sou da época do Rotaroots e eu comecei o blog porque minha mente é muito ativa, preciso ter um espaço para falar de tudo e do nada. Não se force a vir aqui, a ler ou a fazer qualquer coisa. Tudo tem seu tempo e você tomará a criatividade da noite pro dia!
    Sorteio Coleção percy Jackson e os Olimpianos | A Bela, não a Fera Youtube | Converse comigo no Twitter!

    ResponderExcluir
  5. Opa, tudo bem?

    Sobre o que escreveu, gostaria de indicar um site que pode ser bem interessante pra você, como foi para mim. Anote:

    http://sernaiotto.com

    É um blog sobre blogs e estilo de vida. Tem dicas para organizar e melhorar um blog. De repente, você encontra algum texto que a inspire. A leitura é uma delícia. Eu li várias partes, baixei o ebook e gostei bastante.

    Força aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, conheço esse site. Fiz (ou pelo menos tentei fazer) um projeto de fotografia "#thefabulousproject" ano passado.. vou ver se alguma coisa me inspira.
      Obrigada pela dica. E não estou conseguindo baixar o ebook (talvez porque esteja no celular)
      Até

      Excluir

Opinem, comentem, compartilhem, façam como o filme "A Corrente do Bem" e passe adiante!


E Por favor! Sem palavras de baixo escalão, ou que possa denegrir qualquer pessoa. Lembre-se, quem escreveu o post é uma pessoa igual a você (nem melhor e nem pior). Comentários deste tipo serão deletados.


Respondo aqui mesmo, mas sempre que possível visitarei os respectivos blog. E nada de propaganda. Não será levado em conta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...