terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Resenha Parceira: O Livro Secreto de Dante - O Mistério da Divina Comédia


O Livro Secreto de Dante: O Mistério da Divina Comédia - Francesco Fioretti - 2012 - 256 páginas - Generale

Dante morreu realmente em Ravena, por causa da malária, como todos pensam, ou alguém teria motivos para desejar sua morte e, com ela, o desaparecimento de um segredo?
Atormentados por essa dúvida, a filha do poeta, Irmã Beatrice, um ex-templário chamado Bernard e um médico, Giovanni de Lucca, iniciam uma dupla investigação para esclarecer o que havia acontecido. Tentam com dificuldade decifrar uma mensagem codificada deixada por Dante em nova folhas de pergaminho e, ao mesmo tempo, começam a seguir pistas de seus prováveis assassinos, descobrindo que muitas pessoas nutriam uma profunda antipatia pelo poeta.
Não será nada fácil encontrar a chave do segredo escondido em A Divina Comédia e descobrir quem teria interesse em impedir o poeta de terminar sua obra. E por que Dante teria decidido esconder com tanto cuidado os últimos treze contos do Paraíso? Teoremas requintados, intrigas complicadas e verdades a serem descobertas se escondem entre os versos das três partes do poema, como a identidade de Veltro, o anúncio da chegada de um misterioso vingador... No pano de fundo histórico da crise política e econômica do século XIV, O Livro Secreto de Dante entrelaça fatos reais e personagens de ficção, tecendo intrigas cheias de mistério e dúvidas intrigantes.

Aquele livro que me fez desistir no meio da história e que eu voltei a leitura para terminá-lo. Uma fênix que volta das cinzas


Eu sei que a comparação é utilizada em todos os livros do gêneros já cansou, mas O Livro Secreto de Dante é parecido com os romances de Dan Brown envolvendo o professor Robert Langdon.

Após a morte de Dante Alighieri, o médico Giovanni de Lucca suspeita que o autor da Divina Comédia tenha sido envenenado ao invés de ter sido pego pela malária e junto de sua filha, a Irmã Beatrice e um ex-templário, Bernard, os três investigam quem estaria por detrás dela, enquanto procuram pelos últimos treze contos do Paraíso que sumiram, trazendo consigo um mistério ainda maior.

Apesar de ser mais uma narrativa bastante parecida nos moldes de Dan Brown (Anjos e Demônios, O Código da Vinci, O Simbolo Perdido e Inferno) e do brasileiro Luciano Milici (A Página Perdida de Camões, também da Generale), sua leitura é um tanto quanto cansativa, não pelo enredo, mas pelas notas de rodapés que trazem algumas explicações e traduções de trechos do poema - que aqui optou-se por não traduzir trechos do poema transcritos e utilizados na narrativa -, motivo este pelo qual eu abandonei a leitura do livro - e também de problemas externos.

Assim como acontece com narrativas que se utilizam de outra obra como plano de fundo (neste caso o poema), não é necessário o conhecimento prévio da obra em si (o poema A Divina Comédia). Contudo, caso o leitor já tenha lido o poema por acaso (ou por pura espontânea pressão), ele vai se deleitar com as explicações contidas sobre o poema - que narra a passagem de Virgílio através do Inferno, passando pelo Purgatório para enfim chegar ao Paraíso.

Aqui, Francesco Fioretti tece dois mistérios ligados diretamente: a morte de Dante, que Giovanni alega ter sido envenenado por algum conspirador (pessoas que são citadas no poema e que nutriam antipatia contra o autor) e a localização de algo de suma importância para os templários, que poderia mudar o rumo da história, sem deixar de lado o fundo histórico da Itália em 1321, com suas crise políticas, interligado fatos reais com personagens de ficção.

Se em Inferno de Dan Brown a narrativa é baseada no poema, aqui as coisas vão um pouco mais além quando traz o próprio Dante (ou o legado dele, já que a história começa quando o autor morre) e seus conterrâneos para a história, elevando a obra - mais do que a própria literatura, nada mais do que isso - a algo que poderia mudar o curso da história, isto é, se esta história não fosse fictícia, "frutos da imaginação, estão, assim, interligados com a finalidade de parecem plausíveis".

E se por acaso você se sentir com vontade de ler A Divina Comédia, fique a vontade e boa leitura!


O livro O Livro Secreto de Dante foi cedido em parceria com a editora Generale para resenha

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opinem, comentem, compartilhem, façam como o filme "A Corrente do Bem" e passe adiante!


E Por favor! Sem palavras de baixo escalão, ou que possa denegrir qualquer pessoa. Lembre-se, quem escreveu o post é uma pessoa igual a você (nem melhor e nem pior). Comentários deste tipo serão deletados.


Respondo aqui mesmo, mas sempre que possível visitarei os respectivos blog. E nada de propaganda. Não será levado em conta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...