quarta-feira, 22 de maio de 2013

Eu sou uma sombra: o anime de Kuroko no Basket

Talvez essa seja a primeira vez que venho comentar sobre um anime de esporte. Contudo, não é a primeira vez que assisto a algum do gênero. Já tive contato com este tipo de anime como Super Campeões (TV Manchete e Rede TV), Hungry Heart (Animax) e Dear Boys (animax).


Kuroko no Basket é aquele tipo de anime que começa de forma despretensiosa e que no decorrer de seus 25 episódios mostra que é mais do que aparenta.

"O time de basquete da escola secundária Teiko que subiu para distinção, demolindo toda a concorrência. Os frequentadores dessa equipe tornaram-se conhecidos como a "Geração dos Milagres". Após o término do ensino médio, essas cinco estrelas se mudaram para escolas diferentes, cada escola possuía uma forte equipe de basquete. No entanto, um fato que poucos jogadores sabem é que havia outro jogador da "Geração dos Milagres", o sexto jogador fantasma. Este jogador misterioso é agora um calouro na Seirin High, uma escola nova, poderosa com sua pouca conhecida equipe de basquete. Agora, Kuroko Tetsuya, o sexto membro da "Geração dos Milagres", e Kagami Taiga, um jogador de talento natural, que passou a maior parte do ensino médio nos Estados Unidos, têm o objetivo de trazer Seirin ao topo do Japão, desafiando os antigos companheiros de Kuroko, um a um."


A história é centrada no basquete, mais precisamente em Kuroko e Kagami. Kuroko age como uma sombra e logo que para que ele seja forte é necessário que sua luz (nesse caso o Kagami) também o seja. O fato de Kuroko conseguir agir dessa maneira é porque ele não possui presença, podendo estar no lugar sem nem mesmo estando e somado ao seus passes, que são rápidos, torna sua habilidade essencial num jogo. Agora some isso à vontade de Kagami de ser melhor que a Geração dos Milagres e pimba, temos o segredo e o objetivo do anime revelados.

Mesmo que a maior parte do enredo, ou todo ele, se foque nos dois, outras personagens também tem seu lugar ao sol, como o próprio time da Seirin (atual escola de Kuroko) e os outros ex-membros da Geração dos Milagres. 


O mais incrível é que o autor desta série, Tadatoshi Fujimaki não entende nada de basquete. Se você ao menos entende um pouco do esporte, vai encontrar vários equívocos em passes e nas próprias regras. Isso nem é empecilho para quem deseja se divertir e torcer enquanto assiste a um bom anime. Aliás, talvez esse seja o motivo do anime/mangá fazer tanto sucesso pois qualquer pessoa consegue assistir.

Percebi que em comparação com outros animes do gênero ele é diferente. Diferente porque há o foco em outros personagens. Mesmo que o anime se chame Kuroko no Basket, ele não exerce, até certo ponto o papel fundamental de protagonista, deixando esse papel para Kagami, que desempenha muito bem seu papel como o ás da Seirin.

Kuroko 2: O mascote que da o ar da graça

O autor também tenta dar um equilíbrio e mostra os dois lados da moeda. O lado perdedor e o lado ganhador. Mesmo que as personagens superem seus limites, eles ainda são inexperientes e isso conta muito quando se joga com outros jogadores que são melhores. E mostrar jogos dos outros times também conta.

Por exemplo, os últimos episódios dessa temporada mostram um jogo eletrizante entre outros dois membros que fizeram parte da Geração dos Milagres, e que por coincidência, já foram enfrentados pelos nossos protagonistas.


Aliás, essa geração é algo que merece um certo destaque. Seus ex-membros (já que no anime cada um está em escola diferenciada) foram feitos de maneira peculiar, tornando mais fácil sua identificação. Por exemplo, cada membro possui o nome relacionado a alguma cor e isso se reflete na cor de seus cabelos. Sem contar é claro, o talento que cada um possui e suas personalidades, que foram muito bem trabalhadas. Infelizmente, nessa primeira temporada, dois membros ficaram de fora e só foram mostrados de relance.


Enfim, o anime é de esporte e traz um traço mais simples e sem as fantasias que acompanham alguns outros do mesmo título e também não é tão sério (olha o equilíbrio). É aquele tipo de anime que você torce junto, ri das piadas contidas nos episódios, nas personalidade de cada jogador e até presta atenção durante explicações, que mesmo com alguns equívocos, são ótimas.

Atualmente Kuroko no Basket conta somente com um mangá que é publicado desde 2008 pela Shonen Jump. Seu anime conta com uma temporada de 25 episódios e 1 OVA (Original Video Animation) produzidos pela Production I.G. Sua segunda temporada, já confirmada, deveria estrear no próximo verão japonês, contudo, foi adiada para o final do ano. Foi também a primeira série legendada em português pelo site em streaming Crunchyroll.

6 comentários:

  1. Parece interessante. Embora eu não ache tramas com fundo esportivo interessantes.

    ResponderExcluir
  2. faltou dizer que é bem popular entre as fujoshis e fudanshis haha amo os doujinshis que fazem deles <3 *3*)~~

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. No ano passado, o mangá vendeu 1 milhão de volumes a mais que Naruto. Merece o mínimo de atenção para quem gosta de entender como esse tipo de temática faz tanto sucesso, embora Kuroko jamais poderá ser comparado com Slam Dunk.

    (Sorry pelo comentário excluído, mas eu mudei de PC e ele publicou com um profile nada a ver ahaha) Um abraço, Gusta

    ResponderExcluir
  5. Interessante, o autor não sabe nada de basquete e assim mesmo desenvolveu toda uma história, que legal!
    Não curto animes com temas esportivos, mas esse autor merece meu respeito.

    off: A sim, eu amo os Nintendistas viu viu!! ^-^

    ResponderExcluir
  6. Olá Naty!
    Quanto tempo não leio algo sobre anime xD
    Os animes de esporte que eu lembro ter visto foram The Prince Of Tennis, Hungry Heart e Dear Boys e eu amo muito eles <3 Eu ja tinha visto esse anime em algumas paginas quando ia procurar anime de esporte, mas nunca tive curiosidade em vez =/ Não sou tão fã de ver animes, apesar de gostar qq
    Não são muitas pessoas que gostam de animes com esporte, mesmo tendo anime que nem é tão voltado para tal e falam mal pra caramba sem nem ter visto '-' E eu achei interessante da parte do autor não saber nada de basquete xD Acho que o que vale é a vontade de escrever algo bom e que vale a pena ler ;~; ♥ Tem muitos ai que são famosos e tudo mais, mas nem vale a pena ver porque você não consegue se envolver com a história '-' Acho isso chato -qqq
    Mas gostei, vou adicionar na lista dos que quero assistir *-* E o comentario ficou grande kkkkkkk
    Beijinhos doninha <3333

    ResponderExcluir

Obrigada à você que leu todo o post!

Comentários novos serão postados (um trecho) no meu twitter @natyinland

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...